Diálogo Interior

Exercício de alinhamento dos Chakras

14:22



Hoje venho apresentar um exercício de alinhamento dos Chakras que encontrei à algum tempo, num site inglês que não me recordo. Esta é a versão traduzida por mim.
Como em qualquer exercício, a alteração das palavras pode e deve ser feita de forma a melhor se adaptar a nós.

  • Enquanto inspira, diga a 1ª parte da frase. (Inspirar profundamente 5 seg)
  • Enquanto expira diga a 2ª parte da frase. (expirar lentamente 5 seg)
  • Repetir cada uma das 12 frases 10 vezes.
          (Pode ser dito em voz alta ou em pensamento)

  1. (A minha energia) (está livre de bloqueios)
  2. (O meu chakra da raiz) (está profundamente ligado à terra)
  3. (O meu chakra sacral) (é criativo e arrojado)
  4. (O meu plexo solar) (é maduro e calmo)
  5. (O meu coração) (está repleto de amor)
  6. (A minha garganta) (fala a verdade)
  7. (O meu chakra frontal) (intui o conhecimento interior)
  8. (O meu chakra da coroa) (projecta inspiração)
  9. (Os meus chakras) (estão a girar alinhados)
  10. (A minha aura) (é colorida e organizada)
  11. (O meu corpo de luz) (irradia brilho)
  12. (EU SOU) (centrada/o e equilibrada/o)

Espero que gostem,

Inlakesh

GuardarGuardar

Meditação

MEDITAÇÃO - A TÉCNICA

21:13


Sente-se confortavelmente e faça algumas respirações profundas.  

Comece a observar os pensamentos que lhe chegam. Tome consciência deles e deixe que sumam em seguida. Não os evite nem os incentive. 

Não dê continuidade a nenhum pensamento. A tendência da mente é fazer associações. Quando vem o pensamento "preciso pagar uma conta no banco" a mente dá continuidade: "será que tenho dinheiro suficiente? Se não tiver, posso pedir emprestado ao fulano. Caso ele não possa emprestar...". E assim vai. Portanto, corte o fio antes que toda a meada se desenrole. 

Tente ver cada pensamento como um quadro estático, como uma cena de um grande vídeo-clip que não merece muita atenção. 

A mente está representando uma grande peça diante de você. Mas você não é o protagonista. Você é apenas o expectador. Portanto não se envolva. 

Caso haja uma grande confusão de pensamentos fluindo, apenas "olhe" essa confusão. Não tente controlar seus pensamentos, deixe que eles venham da maneira que vierem. 

Não espere nada de especial da sua meditação: fogos de artifício explodindo diante de você, deuses e iluminados desfilando, flores de lótus ou luzes maravilhosas. As imagens que surgem podem ser apenas produto da actividade mental, truques da mente para distraí-lo. Portanto, continue apenas observando como outro pensamento qualquer. Não se envolva com a beleza ou beatitude delas. Se elas forem mais que um produto da mente, você saberá. 

Com a prática contínua você será capaz de manter a mente em branco e ouvir a voz de sua intuição que também é um atributo do observador passivo.

 Inlakesh 

Meditação

O OBSERVADOR PASSIVO

21:13

Existem centenas, talvez milhares, de técnicas de meditação. Cada um deve descobrir a que melhor combina consigo e a que produz melhores resultados. Alguns preferem meditar com mantras, muitos gostam de observar a respiração e outros usam imagens ou símbolos. Porém, o que essas técnicas têm em comum é o fato de despertarem o observador passivo.
 
O observador passivo é aquela parte nossa que se mantém distante da turbulência da nossa vida diária. Ele é como um sábio que olha o vilarejo do alto de uma colina. Ele vê as pessoas correndo de um lado para outro, as crianças brincando, um cachorro procurando comida, alguém morrendo, um bebé nascendo, a geada queimando a colheita e nada disso o afecta. Ele permanece sentado no alto de seu monte, equânime, pois sabe que a dor ou a alegria brotam da mesma fonte e nenhuma delas é permanente. O observador passivo sabe que a verdadeira felicidade pertence ao Eu-Superior e que quando estamos conscientes dele, nada mais nos afecta. 

Mas ele também é um grande professor. Se você ficar com alguém 24 horas por dia observando como ele come, como se veste, como fala e age, como dorme, no final de uma semana você conhecerá muito dessa pessoa. Assim, se nos observarmos tempo suficiente, aprenderemos muito a nosso respeito. Aprenderemos como é que funcionamos, como agem nossos pensamentos e sentimentos, como eles influenciam nossas escolhas, etc. 

Quando desenvolvemos o observador passivo, podemos olhar de longe a paisagem de nossa vida e encarar os desafios que ela nos propõe com isenção de ânimos, sem deixar que o emocional nuble nossa percepção. É por isso que é tão fácil aconselhar um amigo com problemas. Como não estamos envolvidos emocionalmente, temos uma visão panorâmica da situação e podemos perceber as falhas e as possibilidades que ele não vê. 

Quando olhamos as coisas com uma certa distância, entendemos o contexto e os motivos por trás dos fatos. E, com essa compreensão, podemos encontrar saídas criativas, podemos ver portas onde antes parecia existir apenas muros. 


 In'lakesh

Mantra

EXERCÍCIOS DE MEDITAÇÃO

21:26

Um dos exercícios mais simples é observar a respiração. Sinta o ar entrando e saindo pelas narinas. Acompanhe seu caminho por todo o corpo. Repare nos movimentos da barriga, do peito. Veja se há movimentos ou sensações na pelve, pernas, cabeça, etc. Esteja com o ar o tempo todo.

Quando estiver em contacto com a natureza, sente-se diante de uma paisagem e observe-a. Ouça os sons, veja as cores, sinta os aromas mas não fique dando nome às coisas ou analisando-as: "esse cheiro deve ser daquela flor", "como é bonita a forma daquela montanha", "o som desses passarinhos me deixa tão relaxado...". Apenas ouça, veja e sinta sem criar frases na sua mente, sem ficar tagarelando internamente.

Sente-se diante de uma janela e deixe que a claridade invada seu corpo. Sinta a luz penetrando pelo alto de sua cabeça e fluindo por todo o corpo. Mantenha sua atenção nesse fluxo.

Repita o mantra OM durante todo o tempo da sua meditação. Mantras são sons que trazem uma determinada qualidade de energia para quem os vocaliza. O mantra OM é um dos mais antigos do hinduísmo e sua qualidade é o equilíbrio e a serenidade. Ele nos traz energia e ajuda a clarear a mente. 

Olhe atentamente para um símbolo ou um objecto que lhe chame a atenção naturalmente. Pode ser um desenho, uma estatueta, um yantra (diagramas cósmicos do hinduísmo), etc. No Yoga, usamos o símbolo do OM para meditar (veja o desenho ao lado). Olhe para esse símbolo e envolva-se com ele. Observe-o atentamente até que você possa mantê-lo com clareza na sua mente, mesmo de olhos fechados.

Sente-se em silêncio e preste atenção a cada som que surgir ao seu redor. Ouça tudo ao mesmo tempo. Não se detenha em nenhum deles. Nenhum é mais importante do que os outros, nenhum é melhor ou mais agradável. Não julgue, apenas ouça. Evite relacioná-los com os objectos ou seres que os produzem. Permita-se ouvir o som puro e perceber sua qualidade intrínseca.

Você pode meditar com as cores também. Pergunte ao seu corpo de qual cor ele necessita para estar em harmonia. Aceite qualquer cor que lhe venha à mente. Imagine um grande jorro de luz dessa cor fluindo sobre você ou mergulhe num oceano tingido com a cor escolhida. Não se preocupe em "ver" a cor, você pode apenas senti-la com seus sentidos interiores.

Observe seus pensamentos e tente perceber o espaço que existe entre um e outro. Mesmo numa mente completamente confusa, os pensamentos surgem e desaparecem deixando um breve espaço entre si. Descubra esse espaço, nem que seja apenas um segundo. Observe-o e você vai perceber que ele começará a se ampliar. Ao penetrar nesse espaço em branco, você estará além da mente.

 Inlakesh

Meditação

DICAS PARA A PRÁTICA DA MEDITAÇÃO

21:09

A prática da meditação, embora simples, requer bastante disciplina e regularidade. Abaixo estão algumas dicas de como iniciar sua prática de meditação.

Escolha um lugar sereno onde você possa sentar-se de maneira confortável e com a coluna erecta. Pode ser numa cadeira ou no chão com as pernas cruzadas. Sentar-se sobre uma pequena almofada ajuda a manter as costas erectas. Use roupas que não apertem nem incomodem. 
Acender um incenso ou colocar uma música bem suave pode ajudar a criar um clima de tranquilidade no início. Depois de algum tempo, pode ser que você prefira dispensá-los.
Evite meditar quando estiver com sono ou muito cansado. Você se sentirá frustrado por não conseguir se concentrar e desanimará de sua prática diária. Um bom horário para meditar é pela manhã, quando estamos mais tranquilos e descansados. Porém, isso também é relativo e muito pessoal. Se você sentir que consegue melhores resultados à noite, escolha esse horário.
Comece com dez minutos diários. Coloque um relógio para despertar após esse tempo, assim sua mente não poderá sabotá-lo fazendo-o acreditar que já se passaram muito mais que dez minutos.
Não se mova durante esse tempo. O corpo é como um pote e a mente é a água dentro dele. Mover o recipiente faz com que a água também se mova e, lembre-se, o que você quer é que sua mente permaneça quieta e imóvel.
A atenção deve estar voltada para o objecto da meditação (a respiração, um símbolo, etc.) sem que isso necessite de grandes esforços. Caso você disperse, reconduza sua atenção suavemente ao objecto escolhido.
Qualquer coisa que aconteça estará bem. Se houver um monte de pensamentos desfilando pela sua cabeça, se você tiver vontade de chorar ou de rir, se você achar que nunca vai conseguir se concentrar, tudo bem. Apenas continue sentado e, sempre que possível, volte a sua atenção para o objecto sobre o qual está meditando.

 Inlakesh

A vossa opinião conta e é muito importante

21:46

Olá a todos!

Gostaria de vos pedir para responderem a este inquérito, apenas demora no máximo 5 min do vosso tempo. É só clicar no link abaixo.
Desde já  fica aqui o agradecimento, pois as vossas respostas são fundamentais para a pesquisa que estou a fazer em relação aos conteúdos do nosso blog.
Muito grata a todos.

Inlakesh


Clique aqui para responder um inquérito

Meditação

I am That - Nisargadatta Maharaj

21:01


Para nós, ocidentais, meditar significa reflectir a respeito de alguma coisa. No oriente, meditar é algo bem diferente. É entrar num estado de consciência onde se torna mais fácil compreender a si mesmo. Nisargadatta Maharaj, um mestre indiano, nos explica com simplicidade no seu livro I am That:
 
"Nós conhecemos o mundo exterior de sensações e acções mas, do nosso mundo interior de pensamentos e sentimentos, nós conhecemos muito pouco. O objectivo primário da meditação é que nos tornemos conscientes e que nos familiarizemos com a nossa vida interior. O objectivo final é alcançar a fonte da vida e da consciência."

Assim, através da meditação vamos prestar atenção e descobrir como funcionamos. Como agimos em determinadas situações, porque respondemos uma coisa quando gostaríamos de dizer outra, porque fugimos daquilo que mais queremos, porque vivemos mergulhados na ansiedade, na depressão e no cansaço quando queremos apenas a tranquilidade.

Grande parte dessa confusão é criada pela mente. Podemos dizer que ela é o instrumento de nossa consciência e contém a somatória de nossos condicionamentos, padrões de pensamento, nossa memória e nosso lado racional. 

A mente é como um lago agitado. Ao ver a lua reflectida nesse lago turbulento poderíamos supor que a própria lua é algo disforme e agitado, mas estaríamos totalmente enganados. Da mesma forma, quando olhamos para o reflexo do nosso Eu-Superior no lago inquieto de nossa mente, não conseguimos perceber sua verdadeira natureza. 

Meditar nada mais é do que aquietar os turbilhões dos pensamentos, serenar a mente para que possamos reconhecer com clareza nossa essência. Durante esse processo de aquietar a mente nos damos conta de nossos padrões de pensamento e de acção e, assim, podemos transformá-los.


 Inlakesh

Energia

Exercício do Tambor do Céu

06:00



Friccione as mãos rapidamente até criar algum calor.

Tape os ouvidos com a palma das mãos, apoiando totalmente os dedos sobre o crânio.

Deslize os dedos indicadores de modo que fiquem apoiados sobre os dedos médios.

Sem mover os outros dedos e nem tampouco as palmas das mãos, golpeie os dedos médios com os indicadores.

Muito eficiente para organizar pensamentos e para livrar-se de dor de cabeça e rigidez no pescoço.


 Inlakesh

Energia

Casulo ou Escudo Protetor

18:30


Sente-se confortavelmente em lugar quieto e com pouca iluminação. 

Feche os olhos, inspire profundamente pelo nariz e expire pela boca, usando os músculos do estômago e barriga por três vezes. 

Agora inspire profundamente, imaginando uma luz branca entrando pelo nariz, retenha a respiração por dois segundos e solte o ar pela boca, enquanto visualiza a purificação, ou seja; retenha a luz dentro de seu corpo e expulse as formas pesadas de energia em uma nuvem de fumaça acinzentada. 

Enquanto essa luz purificadora penetra em seu corpo ela forma uma espécie de luz que a transforma em uma estrela e resplandece sobre sua pele.

Você agora é uma estrela. 

Diminua a intensidade da respiração e vá trocando as cores do seu casulo protector, passando para o laranja, rosado, lavanda e por fim azul. Sinta a protecção de cada cor e escolha a que lhe proporciona maior segurança. 

 Inlakesh

Energia

Respiração Correta para Energizar-se

19:29



Normalmente respiramos de modo superficial e rápido, utilizando apenas os músculos do tórax. O ato de respirar correctamente é tão importante, e ao mesmo tempo parece tão simples que as pessoas não se dão conta de que estão respirando de forma errada, o que causa cansaço muscular, falta de energia, ansiedade e dores nas costas.

Observe, que ao realizar inspirações profundas, deve deixar o ar entrar pelo nariz como se estivesse enchendo um balão que tem o fundo dentro de sua barriga.
Deve inflar a barriga e não murchar. *Muitas pessoas fazem exactamente ao contrário.

Suas roupas devem ser folgadas o suficiente para permitir que seu pulmão possa inflar-se sem forçar os músculos do peito ou costas. Atenção ao elástico de seu sutiã!

Nunca use roupas com cintura apertada, pois o seu umbigo é um ponto receptor de energia muito importante em exercícios de recarga de energia vital.

Antes de qualquer exercício de relaxamento ou alongamento é importante fazer de 3 a 5 respirações lentas e profundas, inspirando pelo nariz e soltando o ar pela boca.


 Inlakesh

Energia

Recarregando-se de Energia Vital

20:00


O melhor investimento em saúde e qualidade de vida que alguém pode fazer é dedicar a si mesmo alguns minutos do dia para meditar e fazer exercícios que devolvam a alegria e a energia. A serenidade e o equilíbrio interno se reflectem em todas as acções e decisões que sejam necessárias tomar, seja a nível laboral ou emocional.

Quando alguém permite ou crê que o que está fora tem prioridade, certamente vai se magoar muitas vezes e sofrer na própria carne o preço desta atitude. Tal descaso se manifestará em baixa defesa física; porta de entrada de todas as doenças físicas mentais e emocionais.
Viver sem prestar atenção às próprias necessidades é estar vivendo sobre uma corda elástica, que se estica e se aguenta ao máximo, porém vai perdendo sua capacidade de retornar ao seu ponto ideal. Em um certo dia se romperá. 

Este é um óptimo exercício para fazer cedo, antes de ir para o trabalho, ou antes de ter que sair outra vez para algum compromisso depois de um dia agitado. 


Instruções:

Cada etapa do exercício dura três minutos. Use uma música de reiki ou uma outra que tenha duração de três minutos e grave a mesma música em toda fita, assim a cada troca ou sinal sonoro é o momento de passar para o exercício seguinte.

Faça os exercícios sem interrupções de nenhum tipo.

1- Feche os olhos durante a realização do exercício, abra os braços e visualize luzes brancas entrando na palma de suas mãos e no alto da cabeça. Essa energia nutre todo seu corpo, ilumina sua casa e seu planeta. Ao primeiro sinal da música (fim de três minutos) levante bem alto os dois braços, encoste palma com palma, traga as mãos até a altura do peito, e coloque as palmas das mãos sobre o plexo solar, deixando-as por 3 minutos nesta posição.

2- Passe as mãos para o rosto, deixando o nariz entre as duas palmas e cobrindo os olhos por mais 3 minutos. Imagine que você usa uma roupa branca confortável e aconchegante, que a temperatura é agradável e um sentimento de tranquilidade e alegria invade seu corpo. Imagine que está caminhando descalça por um campo verde com flores amarelas, azuis e brancas que balançam delicadamente sobre a vegetação. Deite-se na grama, sinta sua agradável textura, inspire o perfume das flores. Olhe para o céu azul, com grandes flocos de nuvens brancas que se deslocam delicadamente deixando passar uma ténue luz faz com que seja possível sentir os raios de sol na palma de suas mãos e no rosto.

3- Uma aragem fresca vem da mata próxima onde pode-se ouvir o som de uma cachoeira.
Quando tiverem passado mais 3 minutos, coloque as mãos nas orelhas, formando uma concha, sem apertar. Visualize uma clareira e desça os degraus naturais formados por troncos e pedras. Ao pé da cachoeira tem um lago. Ande até o lago, sinta as pequenas pedrinhas brancas e rosadas que se deslocam a cada passo seu, e entre no lago aos poucos, sentindo a água levemente mais fria que a temperatura ambiente. Justo onde cai a água da cachoeira formou-se um arco-íris, dirija-se até lá e tome um gostoso banho, deixando a água cair nos ombros, no pescoço, nas costas, pelos cabelos e no rosto. (pode movimentar o pescoço, mas não retire as mãos das orelhas) Ao fim do exercício movimente o corpo, agite as mãos em círculos e fazendo movimentos de abrir e fechar os dedos, alongue o corpo todo se espreguiçando. Inspire.... expire ...profundamente e SORRIA.


 Inlakesh

Energia

Exercícios para equilibrar a Energia

19:12

Exercícios para equilibrar a Energia


Soltando as feras:
Inspire pelo nariz profundamente, até encher a barriga e pulmões de ar
Abrindo ao máximo a boca, solte a língua e estique-a para fora ao máximo, ao mesmo tempo que solta o ar com força. * Se puder fazer este exercício na grama fique em quatro e apoie as mãos na terra, como se fossem garras realmente. Se quiser gritar, melhor ainda.
Balões de ar:
Inspire profundamente pelo nariz, e solte o ar pela boca. Detalhe: solte o ar aos pouquinhos, fazendo um balão com as bochechas.

Soltando a língua:
Com a boca aberta e com língua solta movimente a cabeça de um lado para outro rapidamente deslocando alguns centímetros apenas, de modo que "balance" a musculatura do rosto. Tenha cuidado para não exagerar nos movimentos de rotação se não pratica actividades físicas habitualmente.

Exercício de Centralização e Relaxamento
Tire os sapatos, solte tudo que está apertando, tome um copo de água fria e sente-se numa cadeira ou sofá com encosto confortável. Sinta seus pés no piso, ou na grama (carpete e plásticos não descarregam energias densas) e vá descontraindo cada músculo de baixo para cima, até os músculos do rosto, da boca, dos olhos e couro cabeludo. Dê uma atenção especial para a musculatura dos ombros, braços e peitorais, sem esquecer de soltar a língua.  

Diálogo Interior

O pensamento tem poder infinito

17:49


O pensamento tem poder infinito.
Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser optimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.
Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano(...).
Positivo atrai positivo.
Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado optimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trabalhar na direcção de suas metas.
Seja incansavelmente optimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.
Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com optimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.

Pablo Neruda

Diálogo Interior

Mensagens do corpo - Segundo Louise L. Hay

00:17



"Acredito que criamos todas as "doenças" de nosso corpo. Ele, como tudo o mais na vida, é um reflexo dos nossos pensamentos e crenças interiores. 
O corpo está sempre falando connosco, só precisamos parar para ouvi-lo. Cada célula sua reage a cada pensamento que você tem e cada palavra que fala. 
Modelos contínuos de pensar e falar geram posturas, comportamentos, confortos ou desconfortos no corpo. 
A pessoa que tem um rosto sempre sombrio não criou essa condição tendo pensamentos alegres e carinhosos. 
Os rostos e corpos das pessoas idosas revelam claramente os padrões de pensamento de toda uma vida. 
Qual será sua aparência quando você for velho?  
Podemos encontrar um desastre total no menor dos distúrbios e um pouco de alegria na maior das tragédias. Só depende de nós."

Comecei agora a ler este livro. Pessoalmente sinto que este livro representa uma grande ajuda para a compreensão  de determinadas situações que me atormentam, e que se traduzem em pequenas "doenças e acidentes".
Para os que não conhecem aqui fica a sugestão.
 Inlakesh



 Texto extraído do livro: Você Pode Curar Sua Vida, de Louise L. Hay


Os 5 Chakras Superiores

00:10


8° Chakra - Cálice – Energia
Inter-relacionamento de Universos
É o nosso corpo Morontial, que está em muitos de nós sendo reactivado. Sua cor é verde esmeralda e púrpura. É a sede da alma e o 1º chakra da 4º dimensão. Localiza-se aproximadamente 20 cm acima da cabeça na direcção da coluna. Seu símbolo é o cálice receptor da energia Divina, que foi densificada e distribuída pelo 9º chakra. Ele filtra e purifica as energias cósmicas dos 12 Raios, regulando-as e permeando-as para o uso nos campos energéticos humanos. Seu elemento é Graal e funciona como um receptor de energias. É o responsável pela expressão da sabedoria superior e formador da essência humana.
Relaciona-se com o corpo Energia. Ajuda a tornar-se uno com o planeta e com o cosmos. Traz a consciência de outras dimensões e reinos da natureza, como o reino elemental e expressões não físicas do eu.

9° Chakra - Chispa – Essência
Onipresença
Sua cor é verde e azul. Relaciona-se com todo corpo de luz, penetrando na estrutura celular, sub-célula Alegria. Localiza-se aproximadamente a 50 cm acima da cabeça. Seu elemento é “I AM” - “Eu Sou”. Sua função é de irradiar o Amor Universal. Seu símbolo é uma estrela de 6 pontas, contendo em essência, todas as qualidades dos 12 Raios Sagrados.
No centro, reside a Chama Trina, representando a Trindade Solar ou Logos.
Relaciona-se com o corpo Essência. Gera infinitas imagens criadas magneticamente em outras dimensões.

10° Chakra – Plexo Logos – Cosmos
Transfiguração
Sua cor é madrepérola. Localiza-se aproximadamente a 70 cm acima da cabeça Seu elemento é Vida. Sua função é propiciar a entrada segura da Luz Divina nos planos mais densos da manifestação. Sua função é trazer a mônada, ou seja, a Luz das dimensões superiores para os planos de energia mais densos. É esse raio de Luz Divina que faz a conexão do Eu Superior, que é a própria Luz com a chama Trina, Eu Sou. Faz a perfeição das polaridades masculina e feminina. Em desequilíbrio a pessoa se torna homossexual.
Relaciona-se com o corpo Cosmos. Sua energia penetra nas ideias criativas do Cosmos e na matéria do planeta. Nesta frequência é possível criar ideias novas e inventivas, com base em novas combinações da matéria para a realidade pessoal.

11° Chakra - Superior – Mônada
Onisciência – O nível da nossa alma de grupo
Sua cor é o laranja-rosado. Localiza-se aproximadamente a 90 cm acima da cabeça. Seu elemento é Eu Superior ou mônada. Sua função é ancorar a própria Luz Divina nas proximidades dos campos de força do corpo humano. Alinha todas as dimensões dos 4 corpos inferiores. Supera o trauma. Liga o corpo de luz do ser humano com a consciência cósmica. Essa pura Luz possui todas as qualidades Divinas e irradia um de seus Raios de Luz para o ser humano, contendo as 12 qualidades, que são descritas a seguir.
Relaciona-se com o corpo Luz e está associado com a criação do Universo e o pensamento criativo, combinado com a matéria física.

12° Chakra - Fusão - Eterno
Libertação - O nível crístico e do nosso Eu Superior
Sua cor é o dourado cintilante. Localiza-se a aproximadamente um metro e meio acima da cabeça. Seu elemento é o Cosmo. Representa a consciência cósmica. Capta energias cósmicas, mais subtis. É transformativa, que transforma todas as formas e energias do corpo humano.
Relaciona-se com o corpo Eterno e contém Tudo O Que É, o UM.


in, http://www.mestresascensos.com/2011/06/chakras-secundarios.html

Chakras Secundários

23:22

De cada chakra principal, partem algumas correntes (nádís) para distribuir o prána pelos chakras secundários. Há um número indeterminado de chakras secundários no corpo humano. Só nas palmas das mãos temos cerca de 35 em cada. Assim, quando procedemos aos mantras, marcando o ritmo com palmas, estamos estimulando nada menos que 70 pequenos chakras através do atrito. O atrito gera energia térmica e eletricidade estática, manifestações de prána.

Os Chakras secundários dependem dos principais, o mesmo é dizer que se um Chacra principal estiver desequilibrado os seus chacras secundários correspondentes também estão em desequilíbrio

Vejamos alguns dos "principais" chakras secundários


Chakra Umeral:

Fica nas costas, na altura da omoplata esquerda (entre e sobre o pulmão esquerdo. É o chakra espiritual, pois através dele que as energias se conectam. É o chakra mediúnico e de proteção, porque equilibra as energias positivas e negativas em excesso.
É um gerenciador energético. É através dele que recebemos, em primeiro lugar, todos os contatos espirituais. É composto de 02 hélices ou pétalas que giram no sentido horário quando captam energias (incorporação) e no anti-horário quanto repelem energias (desincorporação). Tem coloração variável, mas o azul claro e o verde são predominantes. Oscila entre as outras matizes de acordo com a energia que está sendo captada. 

Esse é um chakra extremamente importante para avaliarmos se estamos com algum problema espiritual. Ele mantém a nossa individualidade e depende do desenvolvimento do chakra do plexo solar, ou seja, da proteção do baço. Ele rege todas as energias que habitam o nosso espaço e as organiza.

Ele também processa as energias do ambiente e, filtra as energias densas que transitam no nosso campo energético. Quanto mais percebemos e desenvolvemos as nossas qualidades vibratórias, mais estaremos trabalhando o chakra umeral. Em uma leitura energética ele serve como um parâmetro para que possamos entender se o paciente está com algum tipo de contaminação energética. 

Basicamente esse chakra se desarmoniza por três fatores:
  1. vivência de padrões pessimistas, negativos e derrotistas. Por exemplo: “tudo na vida para mim é difícil”, ou “esse tipo de coisa só acontece comigo”, “eu não mereço isso”, “eu não tenho capacidade para realizar essa tarefa”, etc.
  2. quando a pessoa está tão desarmonizada (buracos áuricos), que acaba ficando exposta, vulnerável à energia dos ambientes ou pessoas com que se encontra, em que haja uma vibração não muito boa. 
  3. por energias intrusas ou espíritos obsessores. É importante que saibamos diferenciar quando uma desarmonia espiritual está relacionada com o chakra coronário que é por onde recebemos a energia cósmica ou com o umeral que conta o grau de vulnerabilidade que o paciente está em relação a energias negativas

Chakras das Mãos :
Localizados na região central das palmas das mãos. Caracterizados por estarem numa região terminal do corpo, denotam ponto de entrada ou escape de energia. São os chakras de ativação mais fácil e segura, sendo que sua ativação permite o desenvolvimento da capacidade de sentir energias sutis e também de sentir a aura. Manipulação energética. São pontos de entrada ou escape de energia.

Chakras dos Pés:
Localizado nas solas dos pés, sua finalidade é descarregar energia elétrica (estática) gerada pelo corpo físico (Um dos pés a energia é aferente = Conduz de fora para dentro. No outro é eferente = Conduz de Dentro para fora), como também a absorção prânica. Aterramento. Relação com a Mãe Terra. Estabilidade em geral. 

Chakra do Joelho:
Atua como um transformador, regulando a quantidade de corrente que deve entrar no corpo. Aprendendo e ensinando. Flexibilidade em lidar com grandes quantidades de energia. 

Os Chakras do Bico do Peito:
Nutrição/Responsabilidade - Posição: Bicos do Peito: Esses chakras organizam energias que são relacionadas com a nossa nutrição - em todos os níveis possíveis - e a nutrição das pessoas das quais gostamos. Também organiza a maneira com que lidamos com a responsabilidade.

Os Chakras Yin/Yang (ombros):
Posição: No centro de cada ombro. A energia é direcionada para o céu. No ombro direito fica o Chakra Yang. No ombro esquerdo fica o Chakra Yin.O Chakra Yang organiza o 1º, 3º e 5º chakras principais. O Chakra Yin organiza o 2º, 4º e 6º chakras principais.
Os Chakras Yin/Yang trabalham com os respectivos chakras principais relacionados acima, de forma semelhante àquela com a qual o 7º chakra trabalha com todos os chakras principais. 
Os Chakras dos Tornozelos: 
A flexibilidade de ficar centrado durante mudanças na vida. Flexibilidade em como ganhar a vida. 

O Pa Kua Superior:
Organiza o fluxo de energia para o tórax, ombros, braços, pescoço e cabeça. 

O Pa Kua Inferior:
Organiza o fluxo de energia para as pernas, pélvis, espinha em geral e barriga. 

Chakra do Timo e Alta Major
O chakra do timo é associado com a energia crística (situa-se entre o chakra cardíaco e o laríngeo); e o "alta major" é associado com a canalização (situa-se na parte de trás das nossas cabeças, abaixo da nossa região occipital).”

Chakra Void
“Cercando os chakras: umbilical e o plexo solar, está o Void que representa o princípio do mestre dentro de nós. Quando a Kundalini é despertada e passa através do Void, esse princípio do mestre é estabelecido:
“Assim, como diz Shri Mataji, na Sahaja Yoga, você se torna seu próprio guru. É capaz de se livrar de tudo que o escraviza, tornando-se o seu próprio mestre.”

Câmara Secreta do Coração
“Este é o Chakra Secreto ligado ao oitavo raio, ele tem oito pétalas, situa-se atrás do chakra do coração. Este é o lugar sagrado de Deus no homem, é aqui que se encontra o altar secreto do nosso Santo Cristo Pessoal. Neste altar podemos colocar tudo o que nos é mais sagrado como uma espada de luz ou um manto da invisibilidade.”

Chakra do Diafragma
Situa-se entre os chakras: cardíaco e plexo solar. Por estar relacionado ao plexo solar, está intimamente ligado às emoções, sendo assim, ele atua no equilíbrio das energias irradiadas e recebidas para os outros chakras. Fica no centro do peito, na linha dos mamilos e através dele podemos eliminar muito do lixo kármico que nos impede de atingir nossos objetivos.

Chakras

Exercício da Cela - despertar o chakra do Coração

23:01

Olá a todos!

Hoje é dia de São Valentim mais conhecido como  Dia dos Namorados. Pessoalmente considero este dia um dia para celebrar o amor nas mais puras formas, mais do que e somente a paixão entre amantes. 
Vamos todos celebrar o altruísmo, a partilha e o amor universal. Aqui fica um exercício específico para despertar o chakra do Coração e alinhar-se com o Amor Maior.

É muito simples e rápido de fazer, assim como sua atuação em nós, e não lhe tomará mais que uns minutos por dia. Nunca se esqueça que antes de qualquer exercício deve fazer uma ancoragem.

Deite-se confortavelmente, numa hora na que não será interrompido; comece imaginando que está muito pequeno, diminuto, parado em sua garganta, dentro dela, e vendo seu corpo como é na realidade.

Depois comece a descender pela garganta, caminhando pelos condutos que o levarão até seu Coração; o melhor será procurar um livro simples de biologia, e ver o esquema do corpo humano para ter uma idéia aproximada, dos lugares por onde caminhar.

Quando chegar ao seu Coração, o verá enorme diante de você, pulsando no ritmo das batidas cardíacas; “veja” nele uma porta, aproxime-se, abra-a e entre.

Dentro dele verá uma peça semelhante a dos monges nos mosteiros; nela não ha nada mais que uma cama e um oratório.Dirija-se a ele, ajoelhe-se e faça uma prece simples, ao seu Anjo da Guarda, ou ao Criador, ou a Deusa, mas que seja algo simples e curto.

Depois disso, levante-se, saia pela porta por onde entrou, e faça todo o caminho inverso até a sua garganta.

É importante na magia, sempre que realizarmos um ritual, que ao terminá-lo, sejam feitos todos os passos no sentido inverso, para não deixar “portas abertas” a outros mundos, evitando assim que coisas ou seres indesejáveis nos sigam e nos prejudiquem de alguma forma; fazendo-o evitará um “caminhão de problemas”, nunca esqueça disto.

Este simples exercício é realmente eficiente, e é provável que em um par de dias ou antes, sinta como se seu peito estivesse inchado, semelhante a quando a gente inspira profundamente e levanta o peito para que entre mais ar.

Estou falando somente da sensação, pois fisicamente estará igual que sempre; não se assuste se isto acontecer, pois demora dois ou três dias, para acostumar-se a “respirar” nos planos superiores, o que traz essa sessação as primeiras vezes que vamos a eles; e isso vai acontecer cada vez que contatar planos mais elevados de consciência, mas com menor intensidade.

Como disse, não se assuste, ainda que se sentirá bastante incomodo, será uma agradável sensação de amor e carinho, sem propósito ou dirigido a nada nem a ninguém em particular.

A Tradição diz que este é o único chakra que se pode despertar sem perigo, e sem ajuda de nenhum Maestro para orientá-lo ou dirigir seu trabalho.

Isso também se aplica ao trabalho com todos os chakras juntos, pois, nesse caso estará trabalhando em equilíbrio, o que somente lhe trará estabilidade e Paz. 

In´lakesh


Chakras

Muladhara

23:18

1º Chakra

Nome sânscrito:  Muladhara

Significado:  raiz ou suporte

Localização: entre o ânus e os órgãos genitais

Mantra: LAM

Cores associadas: vermelho

Função: sobrevivência, necessidades físicas

Glândula correspondente: supra-renal

Órgão correspondente: ossos, estrutura esquelética, orifícios externos de excreção (recto, ânus, uretra)

Disfunção física: osteoartrite, hemorróidas, fissuras rectais

Disfunção emocional: letargia mental, cabeça no ar, incapacidade de estar tranquilo

Alimento correspondente: proteínas, carne

Elemento: terra

Planeta: Saturno

Signo: Capricórnio

Sentido: olfacto

Aromaterapia: Cedro, Mirra, Patchouli

Cristais: Hematite, Olho-de-Tigre, Bloodstone

Essências Florais: Waratah, Red Lily, Bush Iris, Lírio Real, Pepo, Pomegranate,Aggression-orchid

Animal: elefante

Arquétipo: vítima

Lição a aprender: defesa

Idade de manifestação: 1 – 8 anos


                                                                                ***************


1st Chakra

Sanskrit name: Muladhara

Meaning: root or support

Location: between the anus and genitals

Mantra: LAM

Associated colors: red

Function: survival, physical needs

Corresponding gland: adrenal

Corresponding organ: bone, skeletal structure, the outer holes of excretion (rectum, anus, urethra)

Physical dysfunction: osteoarthritis, hemorrhoids, rectal fissures

Emotional dysfunction: mental lethargy, head in the air, inability to be quiet

Food Match: protein, meat

Element: Earth

Planet: Saturn

Zodiac: Capricorn

Sense: smell

Aromatherapy: Cedarwood, Myrrh, Patchouli

Crystals: Hematite, Tiger-Eye, Bloodstone

Flower Essences:
Waratah, Red Lily, Bush Iris, Royal Lily, Pepo Pomegranate,Aggression-orchid

Animal: Elephant

Archetype: victim

Lesson to learn: defense

Age of
manifestation: 1 - 8 years

Astrologia

MANTRAS ASTROLÓGICOS - ASTROLOGICAL MANTRAS

22:54




OM SAN SANIAIÊ NAMAH OM (Mantra de saturno para responsabilidade, prudência e modéstia - Saturn Mantra for  responsibility, prudence and modesty)

OM BRAM BRIM BRAUM SAH BUDHAIA NAMAH (Mantra de Mercúrio para poder e agilidade mental, capacidade de expressão falada e escrita - Mercury Mantra for power, mental agility and ability to communicate by spoken and written word)

OM DRAM DRIM DRAUM SAH SUKRAIA NAMAH (Mantra de Vênus para estabilizar a vida, altruísmo, harmonia, senso estético e serenidade - Venus Mantra to stabilize life, for altruism, harmony, serenity and aesthetic sense)

OM KUJAIE NAMAHÁ OM (Mantra de Marte para luta, coragem, senso de justiça, espirito pioneiro e poder de liderança - Mars Mantra for fight, courage, sense of justice, pioneering spirit and power of leadership)

OM GRAM GRIM GRAUM SAH GURVE NAMAHÁ (Mantra de Júpiter para simpatia, jovialidade, esperança, desprendimento e senso de justiça - Jupiter Mantra for sympathy, cheerfulness, hope, selflessness and sense of justice)

OM HRAM HRIM HRAUM SAH SURIAIA NAMAHÁ (Mantra do Sol para autoconfiança, autoconhecimento, entusiasmo, criatividade, liderança e brilho pessoal - Sun Mantra for self-reliance, self-knowledge, enthusiasm, creativity, leadership and personal brilliance)

OM SOM SOMAIA NAMAHÁ OM (Mantra da Lua para superar medo, raiva, mágoa e tristeza - Moon Mantra  to overcome fear, anger, hurt and sadness)


In' Lakesh

Ano Novo Vida Renovada

15:52

Olá a todos!

Quero pedir desculpa pela ausência prolongada, mas por motivos de ordem pessoal,  foi impossível continuar a vir ao blog. 
Como consequência alguns de vós que me contactaram ficaram sem resposta.
Assim que possível, entrarei em contacto convosco.
Abraços Coloridos para todos 

Inlakesh

Popular Posts

Like us on Facebook